Com tantas formas de Alisamento Capilar no mercado, fica realmente complicado de entender cada uma delas, mas não se preocupe, aqui nesse review nós vamos esclarecer e tirar todas suas dúvidas. Assim, fica muito mais simples de escolher qual o alisamento que você deseja, continue acompanhando esse review até o final!

Quais as formas de Alisamento Capilar?

  • Escova definitiva

A escola definitiva é uma técnica muito usada de alisamento que consegue deixar os fios que são cacheados, crespos ou ondulados totalmente lisos, mudando a estrutura do fio até que um novo acabe nascendo sem a química. Confira abaixo os itens usados nessa escova definitiva.

  • Hidróxido de sódio

Essa é uma das maneiras mais antigas de se alisar o cabelo, se trata de um forte composto químico que é usado para fazer o relaxamento do cabelo e o alisamento dos cabelos crespos e afros. O seu efeito é permanente, ou seja, se você vai investir em uma mudança temporária, não faça esse procedimento. O resultado que vai alcançar, é um cabelo bem liso, com volume reduzido e solto.

Esse procedimento é muito importante que seja feito por um profissional, que tenha experiencia e use produtos de confiança. Afinal, produtos que tenham procedência duvidosa podem acabar causando danos a saúde dos fios, pois é um composto químico forte que tem que possuir a dosagem correta. Esse tipo de alisamento também não é indicado por quem já tem química nos fios, pois eles podem acabar danificando o cabelo.

  • Guanidina

A guanidina se trata de um tipo de química que faz o relaxamento dos fios e o alisamento definitivo que foi desenvolvido pensando nos cabelos crespos e cacheados. Se você possui cabelos volumosos, ou fios ondulados, deve procurar outra forma de alisamento.

Quando estamos falando que se trata de um resultado definitivo queremos dizer que ele não vai sair mesmo que você lave o cabelo, ele só sai quando novos fios forem crescendo sem a química.

Esse componente possui uma química potente que pode danificar a fibra capilar, por esse motivo, esse procedimento deve ser feito com um profissional especializado. O seu resultado também gera fios lisos, alinhados e soltos, esse componente é incompatível com o tioglicolato de amônia, por isso você não pode fazer nenhum outro tratamento que contenha amônia, mesmo que seja colorações pois pode ocorrer o corte químico, a quebra dos fios ou até a queda do cabelo.

  • Tioglicolato

O tioglicolato é uma forma de alisamento muito duradoura, mas não podemos dizer que é definitivo. Ele é recomendado para fios cacheados, ondulados e ajuda a reduzir o volume e o alisamento total.

Porém comparando com a guanidina ou o hidróxido de sódio, podemos dizer que ele vai agredir bem menos a fibra capilar, mas não quer dizer que não ocorra agressão, pois ainda é um tipo de química que deve ser feita apenas por profissionais. O trioglicolato é incompatível com o hidróxido de sódio, descolorações e guanidina.

  • Escova inteligente

É uma forma diferente de nomear a progressiva que já conhecemos, ou seja, uma forma de alisamento bem suave que possui sua base em queratina, proteínas e aminoácidos que ajudam a alinhar, reduzir volume e o frizz, é indicado para alisar de forma natural fios ondulados e volumosos e para alinhar cabelos cacheados.

  • Relaxamento capilar

Esse procedimento químico é totalmente capaz de alisar por um todo seu cabelo e promover a abertura dos cachos, os deixando mais soltos, é indicado para os cabelos crespos e cacheados.

Alisamento Capilar

Afinal, o que não é considerado um Alisamento Capilar?

  • Botox capilar

Esse tipo de tratamento sela a cutícula dos fios, reduz o volume, dá brilho ao cabelo e o alinha, podendo deixar os cabelos lisos naturais, ainda mais lisos, porém não tem essa ação alisante.

  • Selagem

Esse é um tipo de processo que reduz o volume, e é bem parecido com o Botox capilar, a selagem redutora possui nutrição turbinada com óleo de argan, e faz muito bem ao cabelo, ajudando a recuperar fios danificados.

  • Cauterização capilar

Essa é uma reconstrução bem profunda que tem como base a queratina, se trata de um procedimento que devolver a massa capilar aos fios, os deixando, mas fortes, macios, encorpados e saudáveis. Por acabar deixando o fio mais maleável, muitas pessoas não sabem, mas ele não tem ligação com o alisamento, é apenas uma sensação causada já que o fio fica mais alinhado.

  • Tempo de duração do alisamento de cabelo

Os alimentos que são definitivos ficam nos fios, por isso a duração depende apenas do crescimento capilar da própria pessoa, ou seja, quando o cabelo começa crescer, a parte nova não possui química. A média dada por especialistas é de 3 meses, mas claro que pode mudar de acordo com cada pessoa, nos alisamentos que não são definitivos, eles saem conforme as lavagens são feitas, isso vai depender da quantidade de vezes que lava o cabelo.

Alisamento Capilar

Quais cuidados devo ter após o Alisamento Capilar?

-Faça uma reconstrução capilar: é muito importante que devolva ao seu cabelo a proteína que ele perdeu passando por esses procedimentos de alisamento.

-Monte um cronograma: faça hidratação, nutrição e reconstrução dos fios para que eles fiquem sempre saudáveis.

-Corte as pontas do cabelo: esse hábito ajuda a conter o nós a queda e as pontas duplas.

-Hidratação com mel: muito boa para o cabelo pois contém aminoácidos e proteínas que ajudam a recuperar os fios danificados que passaram por procedimentos químicos.

-Hidratação com queratina: invista as hidratações que possuem queratina, pois ele é o principal ativo para conseguir reconstruir uma fibra capilar danificada.

Espero que tenha gostado das informações e dicas sobre Alisamento Capilar, é necessário ver qual se enquadra melhor no seu tipo de cabelo, se você deseja algo definitivo ou não, mas o principal: cuidar da saúde dos fios, faça hidratações, cronogramas, corte sempre as pontas para conseguir manter um cabelo saudável e bonito, pois esses procedimentos costumam maltratar um pouco os fios.